quarta-feira, 19 de novembro de 2014

UMA ESTRADA DIFíCIL – Mt 7.13-14

Você já teve algum amigo que quando recebeu algo que almejava há muito tempo não parou de falar do assunto? Suponhamos que esse desejo era ter um carro. Assim que ele conseguiu, ele levou pra você conhecer, no almoço ele falava do carro, no jantar? Carro. Saindo com a namorada qual era o papo? Carro. Ele tinha realizado um sonho e quando o sonho bate na nossa porta a alegria é tão grande que não temos outro assunto.

Quando nos encontramos ou temos uma experiência com Jesus também é assim. Nossa vida é transformada de tal maneira que não temos outro assunto, se deixar a falamos de Jesus até pro bichinho de estimação. Mas o tempo passa, e assim como o assunto do carro vai passando, muitos de nós esquecemos os momentos iniciais do primeiro amor com Cristo.

Em Mateus 7.13 e 14, Jesus nos fala sobre “as portas e os caminhos”. Lembramos que a porta é estreita mas esquecemos do restante do versículo que diz que “estreito/difícil” é todo o caminho. Jesus nos alerta que a caminhada com Ele não será fácil e que a vida se encarregará de nos tirar do foco. Nosso objetivo é ir sempre a Ele para que mesmo durante os dias mais difíceis do caminho estreito, a chama daqueles primeiros momentos, do primeiro amor nunca se apague.

Que possamos ir a Ele hoje, amanhã e sempre com a felicidade e a gratidão dos momentos iniciais de quem recebe um presente tão esperado.


Pr Felipe Heiderich
                                                   RELACIONAMENTO

Quando se fala em relacionamentos, temos que ter cuidado. Um coração ferido traz consigo inúmeras lembranças e magoas de pessoas que o decepcionaram. Faça, neste momento, a reflexão do espelho e ao invés de pensar em alguém, olhe para si mesmo.

Será que eu tenho sido a pessoa de Deus para alguém? Ou sou aquele que quando um relacionamento acaba é por que Deus estava livrando a outra pessoa de uma cilada, e, a cilada era você!

Para querermos alguém de Deus em nossos relacionamentos, precisamos, antes, ser alguém de Deus para o outro. 

Saber amar, lidar com defeitos, dar o “braço a torcer”, andar a segunda milha, perdoar, tudo isso e muito mais fazem parte do caráter de uma pessoa que quer ser o par perfeito de alguém.

Sugiro a você que antes mesmo de pedir a Deus alguém que lhe seja idônea (perfeita pra você – Gn 2.18) você ore a Deus para ser você o perfeito (idôneo) de alguém.

Na paz d’Aquele que diz que: “pau que nasce torto se endireita, sim”.

terça-feira, 18 de novembro de 2014

                                            O PASSADO (deixe ele passar)
Temos a forte tendência de lembrar o que deveríamos esquecer e esquecer o que 
deveríamos lembrar. Na gestão de nossa memória está um dos maiores 
segredos da felicidade.
Todo dia temos a chance de escolher aquilo de que nos lembraremos .
Vemos que algumas perdas são um presente quando , na verdade , 
não poderíamos ter vencido. A realidade é que a soberania de Deus 
está acima dos nossos equívocos .
Por isso, diante dos desafios , tenho de decidir me lembrar das palavras
negativas que ouvi a vida toda ou ouvir o que Deus diz que eu posso
me tornar . 
O compromisso com meu futuro exige de mim o desapego do que ficou para
trás. Não posso prosseguir imaginando o que poderia ter acontecido ,
pois isso rouba minha força.
Jesus disse : "Ninguém que põe a mão no arado e olha para trás é 
apto para o Reino de Deus " (Lc 9,62)

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

                                                    "CONFIAR EM DEUS"

Parte das perdas que vivenciamos são realmente irreparáveis e teremos de conviver com elas.
Algumas vezes , o tempo nos permite entender a razão dessa dores; outras, não.
Mas de uma coisa podemos ter certeza:A bondade de DEUS nos protege.
Mesmo que não haja entendimento completo dos acontecimentos , o Senhor nos fará passar por uma prova além do que pudermos suportar.
E mais : em tudo o cuidado de Deus se faz presente, como as Escrituras afirmam:
"Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o seu propósito "(Rm 8.28).
Isso é motivo mais do que suficiente para confiarmos naquele que tudo controla e que determina todas as coisas . 

Bianca Toledo (livro-Prova viva de um milagre)

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

                                                   " MEDO"

Alguns acham que o inimigo da fé é a lógica ou a razão, mas o maior inimigo da fé é o medo.
A fé sempre nos movimenta, enquanto o medo paralisa.
A fé sempre nos liberta, enquanto o medo aprisiona.
A fé sempre nos traz poder,enquanto o medo desanima.
A fé sempre nos encoraja, enquanto o medo debilita.
A fé nos cura, enquanto o medo adoece.
A fé é o epicentro de nossa espiritualidade:"Sem fé é impossível agradar a Deus,pois quem dele se aproxima precisa crer que ele existe e que recompensa aqueles que o buscam "(Hb 11.6)
                                                             PERDÃO

Às vezes, somos feridos e relevamos .
Achamos que não é importante e esquecemos.
Mas esquecer não é perdoar .
Ignoramos aquela ferida , mas , sempre que passamos por ela , sentimos certo incômodo e continuamos a ignorá-la .Muitas vezes, só a trataremos quando já estiver inflamada e 
absolutamente enferma ... e assim contaminar todo o resto.
Não devemos ignorar nossas feridas! Temos de PERDOAR.
Precisamos verbalizar, orar, falar com Deus e fazer uma limpeza no coração.
Perdoar é um verbo criado pelo próprio Verbo e perfeitamente conjugado por ele especialmente para cada um de nós.
Precisamos aprender todos os dias, mais e mais , sobre a gramática do céu.
Nossa saúde agradece , e o nosso futuro também.

quinta-feira, 6 de novembro de 2014


"Não há milagre que possa reverter o que se foi semeado...
Se as sementes plantadas eram de limão, não espere colher laranjas.
É a regra da vida. É dura, eu sei, mas é a lei."


(Pe. Fábio de Melo)